| 149

Filosófica sexta-feira

FALANDO SÉRIO
Filosófica sexta-feira
Sexta-feira ninguém apareceu no Fritz. A chuva assustou os
“velhinhos” e tive que enfrentar o alemão sozinho. Macambúzio, encontrei
o Fritz sentado na varanda do restaurante chupando aquele cachimbo
babão.
- E aí Fritz, pensando na vida?
- Ô Chisteka eu estarr filosofando, uma veiz!
- Opa! Mas isto é muito bom, lubrifica a alma. Mas diga lá para onde
converge sua filosofia?
- Eu estarr a pensarr como tem chente boba neste mundo. Veja
aquele fuscón estacionado ali no frrente do restaurrante; leia o adesivo
colado no vidrro de trráz.
Como a chuva fina dificultava a leitura do adesivo, tive que me
sujeitar à uma molhadela e fui até a calçada para atender ao famigerado
pedido do alemão.
“A pé é bem pior”. Era o que estava estampado na película colada no
vidro traseiro do fusca 86 ali estacionado.
Ao retornar à varanda do restaurante o Fritz havia desaparecido.
Sentei-me e aguardei o retorno do “animal”.
- Viu Chisteka, “de a pé é bem pior!” - exclamou o alemão que
aparecia com uma garrafa de “schnaps” e dois copos para darmos início à
bebericagem daquele lusco-fusco da sexta-feira.
Servidos de “waholder” (cachaça com zimbro), o Fritz abre um
caderninho ensebado e começa a desfiar em prosa: - “Comecei a beberr
porr causa de uma mulherr, e nunca tive oporrtunidade de agrradecê-
la”...”ein prosit!”
Tomei o caderno de sua mão fui tentando decifrar os escritos em
garranchos com palavras escritas em português misturadas com
germânicas. Ia soletrando e o alemão sempre terminava a frase me
ajudando na compreensão. Era um caderno de anotações onde estavam
grafadas diversas frases, que tinha colecionado, retiradas de adesivos de
automóveis e pára-choques de caminhões.
“Feio é o teu” (colado num KA).
“Velocidade controlada pelos buracos da Prefeitura”.
“Não me siga, também estou perdida”.
“Sexo demais prejudica a memória e outra coisa que não lembro
agora”.
“Nóis capota mas num breca!”.
“Se rodar o guarda pega, se parar o banco toma”(colado numa Van).
“Sob nova direção: recém desquitada...” (colado num Pálio dirigido
por uma mulher.

“Eu sempre me importei com a beleza interior de uma mulher. Uma
vez dentro...beleza!”.
“Se você estiver sem calcinha, dá uma risadinha” (Colado em uma
pick-up).
“Como estou dirigindo? Mal? Fod..., o carro é meu” (Colado num
Maverick vermelho).
“0 a 100 em 15 minutos” (Colado num Ford bigode).
“Mulher bonita é que nem melancia, impossível de comer sozinho”
(Colado em um Vectra).
“Como estou dirigindo? Disque 0800 e vá a merd..” (Colado numa
Kombi).
“Bobo é assim mesmo...tudo que vê lê”. (Colado num Dodge Dart).
E assim passamos aquele “stammtich” filosofando sem que os
demais aparecessem. Como o clima estava frio ficamos nos “schnaps”
deixando as ampolas estocadas para a próxima.
Joinville, 06 de novembro de 2021.
Henrique Chiste Neto






  • Fontes: HENRIQUE CHISTE NETO

Últimas Notícias