• Home
  • VOLEI
  • VOLEI SÃO JOSÉ AMEAÇADO PARA O ANO QUE VÉM


VOLEI SÃO JOSÉ AMEAÇADO PARA O ANO QUE VÉM

Impasse judicial ameaça projeto do São José Vôlei para o ano que vem
O problema deixa a equipe sem as verbas que cobrem salários e despesas.
A temporada de jogos do São José Vôlei terminou nas quartas de final do Campeonato Paulista, mas um imbróglio judicial persiste e ameaça o planejamento para a Superliga B que virá no início do ano que vem.

A comissão técnica e os atletas do São José Vôlei já iniciaram a preparação para a disputa da Superliga B, prevista para o início de 2020. Entretanto a participação da equipe na competição ainda é incerta, já que o clube está com seus recursos financeiros captados bloqueados, o que coloca em risco a continuidade do projeto.
No dia 14 de agosto, após ação movida pelo Ministério Público, a juíza Laís Helena de Carvalho Scamilla Jardim, da 2ª Vara da Fazenda Pública, concedeu uma liminar determinando a suspensão de repasses dos recursos financeiros do Fadenp (Fundo de Apoio ao Desporto Não Profissional) para todas as equipes esportivas de São José dos Campos com perfil profissional.
Após uma liminar, se decidiu que a suspensão do repasse de verbas do Fadenp seria restrita à equipe adulta masculina de vôlei, temporariamente, até o julgamento dos recursos apresentados, sem data definida para ocorrer.
Assim, o São José Vôlei foi a única equipe que sofreu com o bloqueio destes recursos, mesmo seguindo todas as normas presentes no Estatuto do Fadenp, pautadas na Lei Pelé de 1994, requisitadas pela Prefeitura de São José dos Campos.
A consequência deste fato é que 95% do orçamento da equipe está paralisado, impossibilitando o pagamento de atletas, membros da comissão técnica e fornecedores, lesando centenas de pessoas em torno do projeto a cada dia que se protela uma decisão do caso.
Sendo assim, tal ação judicial prejudica o projeto do São José Vôlei que conta com o apoio e a confiança não somente dos seus torcedores, mas também de empresas da cidade sendo a equipe que mais captou na LIF 2019 (Lei de Incentivo Fiscal).

A EQUIPE ADULTA de voleibol masculino representa a cidade em importantes competições e promove uma opção de lazer a população que tem acesso aos jogos de forma gratuita, gerando o fomento da modalidade através de ações sociais, tendo como exemplo a arrecadação de mais de 2 toneladas de alimentos para o Fundo Social de Solidariedade de São José dos Campos, na temporada 2018/2019.
A cidade órfã da modalidade, prejudicaria centenas de torcedores, atletas e colaboradores ligados ao projeto. Desta forma, espera-se que nossos representantes tomem a melhor decisão para a população joseense e não deixe que este projeto tenha um fim.





  • Fontes: SITE MEON

Últimas Notícias